Entretenimento

Mergulhadores encontram igreja submersa há 29 anos no ‘Velho Chico’ em Petrolândia, Sertão de PE

Há 29 anos a velha cidade de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, foi inundada para a construção da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga. Após a inundação, nada do antigo local ficou visível para os moradores, mas encontrar a Igreja Matriz de São Francisco de Assis era sonho para o mergulhador e servidor público Samyr Oliveira, de 34 anos.

O sonho se tornou realidade no fim de outubro deste ano, quando ele localizou as ruínas do templo junto ao também mergulhador e estudante Fagner Barros, de 30 anos. “Quando descemos, a 19 metros de profundidade, encontramos a igreja. Ela estava a 50 metros de onde ancoramos o barco”, disse Samyr ao G1.

“Não tem como explicar a sensação. Foi um dever cumprido. As pessoas não acreditavam [que iríamos encontrar]. Todos ficaram comentando no município”, detalhou.

Essa não foi a primeira vez que o servidor havia tentado encontrar a igreja matriz por entre as águas do Rio São Francisco, o “Velho Chico”. “Tempos atrás eu mergulhei, mas não tive êxito [de encontrar a igreja]. Passei quase o dia todo”, contou o mergulhador.

Samyr (esq.) e Fagner (dir.) antes de mergulharem no ‘Velho Chico’ (Foto: Samyr Oliveira/Arquivo pessoal)

 

Muitas pessoas chegaram a dizer a Samyr que pelo tempo que a igreja havia sido inundada, o prédio não estaria mais de pé. “Eu coloquei na cabeça que ia achar a igreja. Até sonhar, eu sonhei. Alguma coisa me dizia que ela ainda estava lá”, lembrou.
Planejamento para encontrar a igreja
Samyr entrou em contato com Fagner e pegou o mapa da velha Petrolândia, datado de 1987, para identificar o local mais provável onde a igreja estaria. A partir daí, a dupla fez um projeto. O templo foi encontrado a 19 metros de profundidade.
“Eu vi logo uma parede bem alta e as janelas bem grandes. Foi a maior alegria do mundo. Fizemos uma grande comemoração”, ressaltou Samyr.

Igreja Matriz antes da inundação da velha cidade de Petrolândia (Foto: Samyr Oliveira/Arquivo pessoal)

Cenário de ensaio fotográfico

Em 2016 a Igreja do Sagrado Coração, em Petrolândia, foi escolhida como cenário do ensaio pré-casamento de Nayara Sobral e Gustavo José de Melo. O prédio também ficou submerso quando a “velha Petrolândia” foi inundada. Em 2014 a igreja voltou a aparecer no Rio São Francisco.

“Queríamos um lugar diferente e Priscila [a fotógrafa] nos mostrou a imagem da igreja. Quando vimos, ficamos encantados e topamos ir. Amamos o resultado, as fotos ficaram lindas! Valeu muito a pena ao ver o resultado final. Apesar da correria, de ser um lugar novo, acabou dando tudo certo e adoramos todo ensaio”, disse Nayara.

Nayara e Gustavo (Foto: Divulgação/Priscila Fontinele) 

Via G1

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. A matéria é interessante. Mas deixa dúvidas. A Igreja de São Francisco, igreja matriz de Petrolândia, foi submersa quando da formação do Lago de Itaparica. Mas, ao que me é dado saber, as suas torres desmoronaram antes mesmo da submersão. total do prédio, da construção.. Já a outra Igreja (templo), erguida em Barreiras, distrito que ficava a cerca de três ou quatro quilômetros do centro da antiga Petrolância em face mesmo do material que foi construída, permaneceu de pé.E continua lá, imponente. Nunca chegou a ser totalmente submersa. Tendo o Lago atingido um baixo nível, a Igreja de Barreiras, passou a ser um ponto de visitação. São duas igrejas (templos) diferentes e a segunda matéria não tem nenhuma conexão com a primeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *