Piloto sofre acidente assustador com fogo após largada do GP do Barein de Fórmula 1

Francês da Haas se envolve em toque com Daniil Kvyat, e carro explode no guard rail; piloto fica no meio das chamas por 29 segundos, mas passa bem; corrida é interrompida

O francês Romain Grosjean escapou da morte no acidente mais assustador da Fórmula 1 nos últimos anos, na primeira volta do GP do Barein, neste domingo. A Haas do francês explodiu em chamas e foi partida ao meio depois de uma batida violentíssima no guard rail após um toque com a AlphaTauri do russo Daniil Kvyat.

Grosjean ficou no cockpit em chamas por 29 segundos, mas, sem ter desmaiado com o impacto, conseguiu sair do que sobrou de seu carro e correu para pular o guard rail enquanto sua Haas continuava pegando fogo. Na confusão, o piloto saiu correndo sem uma das sapatilhas.

Informações do acidente de Romain Grosjean no Barein — Foto: Infoesporte
Informações do acidente de Romain Grosjean no Barein — Foto: Infoesporte

O francês sofreu queimaduras leves nas mãos, mas sem nenhuma fratura. Consciente, o piloto da Haas foi levado ao centro médico do autódromo de Sakhir, e, em seguida, transportado de helicóptero ao Hospital Central do Barein, que fica a dez minutos do circuito. O piloto da Haas passará uma noite no hospital.

A prova foi interrompida com a bandeira vermelha porque o guard rail ficou bastante danificado. Os responsáveis pela infraestrutura do autódromo começaram imediatamente o trabalho de reconstrução da barreira. O reinício da corrida aconteceu mais de 1h20 após o acidente.

No acidente, ocorrido na saída da curva 3, Grosjean tentou desviar de outros carros mais lentos à sua frente e derivou para a direita, onde estava Kvyat. O bico do carro do russo tocou no pneu traseiro direito da Haas do francês, que rumou para o guard rail.

O carro foi partido ao meio, com toda a parte traseira de um lado, e a parte do cockpit, pegando fogo com Grosjean dentro, do outro. Dois fiscais de pista com extintores de incêndio se aproximaram do carro em chamas e apagaram o incêndio, enquanto o piloto pulava o guard rail para fugir.

Acidente GP do Barein F1 Roman Grojean — Foto: REUTERS/Hamad I Mohammed
Acidente GP do Barein F1 Roman Grojean — Foto: REUTERS/Hamad I Mohammed
Acidente Grosjean F1 Barein — Foto: REUTERS/Tolga Bozoglu
Acidente Grosjean F1 Barein — Foto: REUTERS/Tolga Bozoglu

Rapidamente, o carro médico chegou ao local do acidente, e Grosjean foi ajudado a entrar. Consciente, o piloto ficou sentado no banco de trás do carro médico, onde aguardou a chegada de uma maca, antes de ser levado para o centro médico do autódromo.

– Romain está bem, não quero fazer comentários médicos, mas ele tinha queimaduras leves nas mãos e tornozelos. Obviamente, ele está abalado… Quero agradecer às equipes de resgate que são muito rápidas. Os comissários e o pessoal da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) fizeram um ótimo trabalho, foi assustador – disse Gunther Steiner, chefe da Haas.

Grosjean não permanecerá na Haas na próxima temporada e negocia sua ida para a Fórmula Indy em 2021. 

O brasileiro Pietro Fittipaldi e o suíço Louis Deletraz são os reservas da Haas, e um deles pode ser acionado para correr as duas provas finais da temporada, nos próximos dois fins de semana, no próprio Barein, e em Abu Dhabi.

Do hospital, Grosjean grava vídeo para dizer que está bem após grave acidente e exalta Halo

Já internado em um hospital militar após ao grave acidente sofrido durante o GP do Barein, Romain Grosjean gravou um vídeo em um dos seus perfis de redes sociais para tranquilizar os fãs sobre seu estado de saúde. O piloto francês aproveitou a oportunidade para exaltar o Halo, o dispositivo de proteção de cabeça na F1 que parece ter sido fundamental para que o piloto saísse do carro sem ferimentos mais graves.

– Oi, pessoal. Só queria dizer que estou bem, mais ou menos bem. Obrigado pelas mensagens. Eu não era fã do Halo, mas sem ele eu não conseguiria estar aqui falando com vocês hoje. Obrigado a todos os profissionais envolvidos no resgate e espero que possa voltar a responder as mensagens de vocês em breve – afirmou o piloto em vídeo.

Em comunicado emitido pela equipe, foi afastada a possiblidade inicial de fraturas pelo corpo. Contudo, Grosjean dormirá no hospital para tratar as queimaduras sofridas em ambas as mãos.

– Após avaliação médica, o piloto Romain Grosjean permanecerá no hospital durante esta noite para o tratamento de queimaduras em ambas as mãos após ao acidente na volta de abertura do GP do Barein. Os raio x realizados não apontaram fraturas. Atualizaremos o estado de saúde quanto tivermos mais informações a respeito – afirmou o time.

Via Globoesporte.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *