Política

Vereadores de Floresta repudiam fala de deputado

Vereadores da oposição emitiram uma nota repudiando a fala do deputado Fabrizio Ferraz nesta terça-feira (17) em Floresta, no Sertão de Pernambuco. Confira o texto abaixo na íntegra:

Sobre o pronunciamento do deputado Fabrizio Ferraz nesta tarde, que não gostou da fala do deputado Rodrigo Novaes no último domingo, a respeito da realização da missa do vaqueiro de Floresta, devemos dizer o seguinte:

  1. Tivemos conhecimento que Tribunal de Contas do Estado notificou o prefeito a esclarecer sobre como se dariam os gastos com a festividade, já que ele está impedido de realizar show por estar com salários dos servidores há meses atrasado;
  2. Todos os anos nós todos que formamos a oposição sempre ajudamos, pessoalmente, a missa do vaqueiro, por se tratar de evento tradicional de nossa região, sendo a mais antiga de todo o sertão.
  3. Estávamos todos no palco, seis vereadores que formam o grupo de oposição, e várias lideranças, e nos colocamos à disposição para fazer a festa, na fala do deputado Rodrigo Novaes, porque não podemos deixar que a festa não aconteça. A reação do público – o que deve ter incomodado muito – foi de euforia diante da fala, porque está todo mundo revoltado com a inoperância da administração local.
  4. Sabemos que o governo já disponibilizou apoio de recurso através da FUNDARPE, mas mesmo assim, até o momento, a prefeitura não confirmou a programação, mesmo faltando pouco mais de dez dias para o evento.
  5. A tentativa de desvirtuar os fatos tem o condão de esconder a péssima gestão realizada em Floresta. Como aliado do governo, o deputado, ou o prefeito, deveria convencer o secretário do município, Tulio Laranjeira, da importância do governador Paulo Camara nas ações que são desenvolvidas. Recentemente, através das redes sociais, ele atingiu pessoalmente a figura do governador Paulo Câmara com duras críticas.
  6. Na mesma semana o prefeito torna público ofício enviado ao governador no qual tenta, de forma irresponsável, transferir para o governo do estado suas responsabilidade e atribuições. Entregasse logo as chaves.
  7. Essa postura dúbia não surpreende. Historicamente todos já sabem como se comportam.
  8. Em vez de achar ruim o grupo da oposição em Floresta afirmar que não iria deixar que a festa não fosse feita, o deputado Fabrizio devia exigir de seu prefeito aliado, por quem foi eleito, que pagasse os servidores em dia, colocasse médico no hospital, comprasse remédio, pagasse o transporte escolar, limpasse as ruas, e promovesse a mudança que prometeu há 3 anos. Sim: que andasse nos bairros e visse como está vivendo nosso povo. É o mínimo. Isso é desrespeitoso com nosso povo.
  9. Levar para a tribuna da alepe questões da política local demonstra despreparo do deputado Fabrizio. Em breve os vereadores da oposição vão convidar o deputado para participar de discussão sobre o salários dos servidores atrasados. Fundamental a sua presença.

Ver.Pedro Henrique Lira
Ver.Murilo Almeida
Ver. Kiel do Pipa
Ver. Beto Puça – pres. da Câmara
Ver.Bejinha Puça
Ver.Luizinho Pedreiro

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *