espaço professor flávio alves floresta