Política

Tachado por estudantes de ‘golpista’ e ‘pouca coisa’, movimento rebate Maniçoba

Os estudantes de Serra Talhada não engoliram as declarações do deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB), que em entrevista de rádio nessa quinta-feira (10), se colocou contra o debate proposto pelos movimentos sociais e estudantis contra a PEC 55, em curso no Senado. O parlamentar disse que estão sendo espalhadas mentiras sobre a PEC e que o rótulo de golpista está superado. Em conversa com o FAROL, o estudante de Letras da UFRPE/Uast, Cloves Silva, descredenciou Maniçoba para analisar as manifestações contra o governo Temer.

“Nós pautamos desde o início, quando recebemos a informação do PL, inclusive com a presença da reitora, que somos contra. Ele é um deputado que apoia medidas contra a classe trabalhadora. Ele é amigo e aliado de Eduardo Cunha. O cara defende a redução da maioridade penal. O cara votou a favor do impeachment, ou seja, anulou muitos votos daqui da nossa região. Essa fala dele foi infeliz”, argumentou o estudante, completando:

“Ele como parlamentar tem que dizer o que os movimentos sociais e a sociedade civil organizada deve fazer. A gente assina embaixo e reforça que ele é um golpista, que ele apoia um governo ilegítimo. Nós enquanto movimento social organizado não queremos perder tempo discutindo com ele, porque a briga é pouca coisa. Ele é pouca coisa. A nossa pauta principal hoje é contra a PEC 55. Se ele tiver bom senso ainda, no mínimo deveria retirar esse PL”.

Fonte: Farol de Notícias

Artigos relacionados

Escreva um comentário