Notícias

Suposto telefone de Paulo Câmara viraliza, e verdadeiro dono é bombardeado por mensagens

Número de telefone estava disponível na página oficial do governador de Pernambuco, mas pertence a um fotógrafo do Recife

Um número de WhatsApp vem sendo divulgado nas redes sociais como sendo do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). O contato estava disponível na página oficial do gestor no Facebook e, desde então, dezenas de pessoas enviam mensagens para fazer cobranças ao governador. Mas, na verdade, esse número é de um fotógrafo de 37 anos, e não do governador Paulo Câmara.

Procurado pela reportagem, o recifense, que preferiu não se identificar, relatou que comprou o chip há cerca de uma semana em uma lojinha de bairro. “Foi um número que eu comprei aleatório numa loja com um cartãozinho. Eu cadastrei o número, e assim que eu cadastrei esse número no WhatsApp chegou uma mensagem para mim de uma mulher de Arcoverde cobrando melhorias para o pessoal que trabalha com maqueiros nos hospitais públicos e me chamando de governador. Eu fiquei sem entender. Aí em seguida outra pessoa me mandou outra mensagem”, contou.

Segundo o fotógrafo, ele só se deu conta que o seu número estava público quando entrou em contato com uma das pessoas que tinha enviado mensagem. “Eu respondi uma dessas pessoas e perguntei aonde foi que viram esse número. Daí essa pessoa respondeu e disse: ‘Me desculpe se você não for alguém que trabalha no governo, mas esse número está cadastrado na página oficial do governador no Facebook'”, disse.

O número aparecia quando o internauta clicava na opção ‘cadastre-se’. No entanto, essa opção não está mais disponível. Por meio de nota, o governo de Pernambuco esclareceu que o número que constava na página estava desatualizado. “A linha havia sido utilizada no período da eleição, em 2018, como forma de comunicação do então candidato. Após o período, foi desativada. Provavelmente o número voltou a ser comercializado pela operadora, como acontece com todos os números que são desativados, o que causou o mal-entendido. O número já foi retirado da página oficial do governador”, informou a nota. 

Apesar de estar sendo bombardeado de mensagens, o fotógrafo contou que não pretende trocar de número. “Eu comprei esse chip para usar para trabalho, mas vai chegar um tempo que o pessoal vai parar de mandar mensagem, daí eu vou deixar para lá”, afirmou.

Via JC Online

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *