Notícias

Sinduprom-PE rebate nota da Prefeitura Municipal de Ibimirim

O Sindicato Único dos Profissionais do Magistério Público das Redes Municipais de Ensino no Estado de Pernambuco (Sinduprom-PE) rebateu na nota na noite desta sexta-feira (13) uma nota publicada pela Prefeitura Municipal de Ibimirim, no Sertão de Pernambuco.

Leia o texto na íntegra:

Como todos são sabedores, a mais de dois anos, estamos travando uma luta em defesa dos direitos e conquistas da nossa categoria, aqui no município de Ibimirim-PE, na defesa do reajuste anual do Piso Salarial Profissional Nacional, instituído pela Lei Federal 11.738/08; como pagamento de difícil acesso justo para os professores que se deslocam para a zona rural, pagando o transporte do seu próprio bolso; pagamento do salário e 1/3 de férias em dias; merenda de qualidade; Material didático pedagógico que não tem; melhoria na infraestrutura das escolas, em estado de abandono; além da valorização profissional, sem deixar retirarem os nossos direitos no Plano de Cargos e Carreira; entre outras bandeiras de luta.
Essa é a nossa prática aqui e em mais de cinquenta município do Estado de Pernambuco.
O Sr. Prefeito Adauto do Bodegão, que não tem nenhuma capacidade de dialogar com nenhum pensamento contrário, principalmente com os professores, que conhecem dos seus direitos e tem um sindicato de professores honrado, combativo, de luta e que não tem preço, agi como um verdadeiro “Fora da Lei”, quando se nega a assegurar os direitos dos professores inscritos na legislação federal, a fim de esconder os seus desmandos e desvios dos recursos públicos, fazendo da prefeitura o quintal da sua casa, vem tentando macular e denegrir perante os professores e a população do município e região, a imagem do SINDUPROM-PE, afim de afugentar o sindicato da luta e do município, para poder mais facilmente, instalar em definitivo o “império do medo e de terror” em Ibimirim-PE, assegurando a sua reeleição e acabar com qualquer foco de resistência aos seus ditames e poder de mando no município, desviando de finalidade, os recursos públicos, destruindo a educação pública, a saúde, os serviços públicos e transformando o município em uma fazenda de sua propriedade, quando os cidadãos serão transformados em servos ou em gado do seu rebanho.
Ele nao diz que, na ultima tentativa de negociação com o SINDUPROM-PE, no dia 11/05/16, fez uma demonstração de terrorismo, barbárie e truculência , quando solicitou recolher nossos celulares para não gravarmos as conversas , que era pra ser amistosa, trazendo dois jagunços para dentro da sala de reunião e soltando as ameaças, com gritos ensandecidos de que “mandava” em Ibimirim-PE e que ninguem mais iria fazer passeata ou ato público nas ruas da cidade, dando mais de quinze murros sobre o birô, aos gritos de “cabra safado” , com todo tipo de ameaças, com a conivência dos secretários de Administração e Educação, além da professora Marivalda, do Conselho do Fundeb e dos dois advogados da prefeitura , assediado e constrangendo a todos nós, principalmente o Coordenador Geral do SINDUPROM-PE, além das provocações desencadeadas por parte dos dois jagunços presentes à seu serviço.
É de estarrecer qualquer cidadão de bem, está diante de um gestor que tem o hábito de gritar e ameaçar cidadaos, principlmente representantes dos professores, inclusive o advogado do sindicato, dando demonstração de sua incapacidade política, democrática e até psicologica de administrar um municipio deste porte, que precisa de muita habilidade, visão democrática e capacidade desenvolvimentista, que este senhor ja demonstrou que não tem.
O nosso sindicato está com o processo de registro em curso, normalmente, como mais de vinte mil sindicatos no país , inclusive com encaminhamento já assegurado junto ao Ministério do Trabalho e que em breve, estará com seu registro em definitivo, coisa que incomoda aos tiranos, aos déspotas e aos bandidos de gravata, de chibata e espora, que estão encastelados dentro das prefeituras, enriquecedo ilicitamente às custas dos recursos públicos, principalmente da educação, além de colocar toda a máquina pública a serviço dos seus familiares, cabos eleitorais, correligionários políticos e serviçais das maldades contra o povo da municipalidade.
Seguiremos trilhando o nosso caminho de luta em defesa da categoria, pois acreditamos que mais importante do que qualquer registro ou diploma, é o reconhecimento e a legitimidade assegurada pelos professores deste município, um dos pilares que ajudou a fundar, construir e fortalecer o nosso sindicato de luta e que não se curvará a nenhum prefeito déspota de plantão, que busca destruir os nossos sonhos e nossas esperanças.
SINDICATO É PRÁ LUTAR!
JAMAIS PARA CONCILIAR!
Professor Josenildo Vieira de Mello
COORDENADOR GERAL
SINDUPROM-PE

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Acusações graves, como cidadã de Ibimirim espero que sejam apresentadas todas as provas quanto às acusações de enriquecimento ilícito e desvios de verbas, não aceito enganações nem de gestores públicos ou representantes de pseudo-sindicatos, quanto à merenda eu a comeria e como todos os dias, não a vejo dessa força desqualificada, agora se o caro coordenador está habituado a comer caviar, desculpe-nos não sermos palacianos como vossa pessoa, e por não desqualificarmos o que habitualmente comemos em nossa região e em nossa casa. Quanto aos direitos dos professores, gostaria de enumerasse quais foram retirados e quais empecilhos para se garantir esse direito. E quais as soluções definidas e apresentadas por esse pseudo-sindicato em conformidade com a contabilidade pública uma vez que os pagamentos são provenientes de repasses FEDERAIS e não municipais. Se for competente como auto se julga, saberá sabiamente me responder.

Escreva um comentário