Sertanejo transforma couro de bode em arte para sustentar família em Pernambuco

É com o couro de bode e de outros animais que o artesão João Eudes, de 30 anos, consegue dinheiro para sustentar sua família. Ele só cursou até o sexto ano do ensino fundamental, mas conseguiu abrir sua própria fábrica de calçados em Floresta, no Sertão de Pernambuco. Nascido e criado numa cidade com pouco mais de 30 mil habitantes, João sonha em aumentar o faturamento e o número de funcionários. Acompanhe a hashtag #soudefloresta e conheça outras histórias contadas aqui no Blog do Elvis.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *