Rodovias federais tem aumento de 33,3% no número de mortes em 2020

As mortes por colisões frontais de veículos foram de 66 em 2019 para 88 no decorrer de 2020.

As rodovias federais do Estado de Pernambuco tiveram um aumento de 33,3% nas mortes por colisões frontais de veículos, que foram de 66 em 2019 para 88 no decorrer de 2020.

Já em relação ao número total de acidentes, houve uma diminuição de 6,6%, indo de 2.737 para 2.557. Os dados foram divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quarta-feira (17).

Ocorreu, também, aumento de 2,9% no total de mortes: saindo de 308 para 317 em 2020. Já a quantidade de pessoas feridas foi quase a mesma: em 2020 foram 2.853 pessoas e em 2019, 2.851 acidentados.

A PRF indicou que os homens foram as principais vítimas de imprudência nas rodovias federais, com 84,2% do total de mortes. A maioria dos acidentes aconteceu em retas (69%), com céu claro (53,6%) e em pleno dia (53,6%).

De acordo com a PRF, as rodovias com maior incidência de colisões foram:

BR-101, com 1.022 registros;
BR-232, com 684 ocorrências;
BR-428, com 154 colisões.

Via G1 Pernambuco

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *