Notícias

Projeto de lei que reduz férias dos vereadores de Serra Talhada é retirado de pauta por tempo indeterminado

O projeto de lei de autoria do vereador Antonio de Antenor, do PR, que reduz o recesso dos vereadores serra-talhaenses, de 60 para 30 dias, foi retirado de pauta. Com reuniões apenas uma vez por semana, os 17 vereadores têm direito a recesso em junho e janeiro.

Durante entrevista ao programa Frequência Democrática, o presidente da Casa, Nailson Gomes (PTC), confirmou que o projeto não será votado na segunda-feira (18), como estava previsto.

“O projeto não entra em pauta na segunda-feira. Você (Giovanni) falou que é um anseio da população. Mas o que vai mudar na vida do legislador com este recesso? Este projeto do recesso está sendo politiqueiro e é pra jogar para plateia como aconteceu com o subsídio e outras coisas mais”, disse o presidente Nailson Gomes.

Ainda durante a entrevista, Gomes defendeu a permanência do recesso de 60 dias garantindo que o vereador não descansa e não para de trabalhar, afirmando ainda que a proposta não tem chances de emplacar durante a sua gestão.

“Eu vou manter a minha postura, mas vou conversar coma minha mesa. Vou sentar para conversar, mas dificilmente este projeto entra em votação nesta legislatura. Quem vota a favor terá que me convencer. Será que eu vou fechar a Câmara de Vereadores durante trinta dias sem ninguém ir lá?”, questionou Nailson Gomes.

Via Farol de Notícias

Tags

Elvis Lima

Jornalista, blogueiro, apaixonado pelo sertão nordestino.

Related Articles

Escreva um comentário