Concursos

Prefeita Rorró Maniçoba desmente cancelamento de concurso

A prefeita de Floresta, Rorró Maniçoba, divulgou na noite desta terça-feira (28) uma nota de esclarecimento sobre o suposto cancelamento do concurso público. A gestora tranquiliza a população dizendo que essas informações não procedem e que manterá a população informada sobre “eventuais desdobramentos”.

O boato veio à tona após o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurar um inquérito civil para apurar possíveis irregularidades na contratação da Conpass. A vencedora da licitação é sucessora da Acaplam que também é investigada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte por diversas irregularidades.

No texto publicado no Diário Oficial do MPPE, a promotora Evânia Cíntian de Aguiar recomenda a suspensão das inscrições do concurso durante 20 dias. Esse é o tempo solicitado para que a Prefeitura de Floresta envie documentos sobre a contratação da empresa e também para a análise do Ministério Público.

VEJA TAMBÉM:
MPPE recomenda suspensão de inscrições para concurso de Floresta, PE
Começam inscrições para concurso da Prefeitura de Floresta
Concurso: Prefeitura de Floresta divulga 1ª retificação do edital
Prefeitura de Floresta lança edital de concurso com 424 vagas, no Sertão de Pernambuco
Prefeitura de Floresta divulga empresa que realizará concurso público

SOBRE O CONCURSO – Ao todo, estão sendo oferecidas 421 vagas em diversas áreas. Os salários variam entre R$ 788 a R$ 8 mil. Os interessados em participar do concurso terão até o dia 6 de agosto de 2015 para se inscrever através do site da Conpass. A taxa varia entre R$ 55 e R$ 75, dependendo do grupo de cargos escolhido. A prova está prevista para ser realizada no dia 13 de setembro deste ano. O horário ainda será definido, pois dependerá da quantidade de pessoas inscritas.

As inscrições para o concurso ocorrem normalmente até que a prefeitura decida se vai aceitar a recomendação do MPPE ou não.

Leia a nota da prefeita na íntegra:

Amigos, tenho visualizado alguns questionamentos acerca de um suposto cancelamento de nosso esperado concurso público. Informo que tais afirmações não procedem. Tão somente existe, junto ao Ministério Público Estadual, um inquérito civil instalado, visando apurar supostas denúncias de eventuais candidatos, em que a promotoria cumpre seu papel ao instaurar citado procedimento.
No demais, manteremos nossa população atualizada de eventuais desdobramentos.

Artigos relacionados