Notícias

Polícia localiza corpo de taxista de Petrolina sequestrado e morto a pauladas no Piauí

Policiais militares do Piauí localizaram nesta segunda-feira (4) o corpo do taxista Ileno Alexandre da Silva, de 53 anos, que foi morto a pauladas na última sexta-feira (1º). Um casal foi preso após confessar ter sequestrado o taxista na cidade de Petrolina e matado no Piauí.

O corpo do taxista foi encontrado na cidade de Coronel José Dias, a 338 km de Petrolina. De acordo com a delegada Cinthia Verena, da delegacia de São Raimundo Nonato, a vítima foi encontrada em um matagal próximo à BR-020. Policiais civis e militares participaram das buscas, e familiares e amigos da vítima viajaram de Pernambuco até o Piauí para ajudar.

A princípio, os suspeitos haviam afirmado em depoimento à Polícia Civil (PC) que o taxista teria sido assassinado na cidade de Simplício Mendes. O suspeito identificado como Nilton Moura do Nascimento chegou a ser levado por policiais até a cidade, mas ao chegar ao local, passou a negar que houvesse cometido o crime lá.

Ele acabou confessando que o crime foi consumado na região de Coronel José Dias, e nos deu indicações de onde estava o corpo”, disse a delegada Cinthia Verena. O corpo foi localizado por volta das 13h de segunda-feira.

Agora o crime está esclarecido. Os suspeitos já confessaram tudo, e faltava encontrarmos o corpo”, disse a delegada Cinthia Verena. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para periciar o corpo da vítima. A PC do Piauí deve concluir em breve o inquérito que investiga o caso.

Sequestro e execução

O casal identificado como Nilton Moura do Nascimento e Janaina Viana Martins foi preso e confessou o sequestro e execução do taxista Ileno Alexandre da Silva no sábado de carnaval (2). A vítima foi sequestrada em Petrolina.

Nilton e Janaína tramaram pegar um taxista mais idoso, e pegaram o mais idoso que encontraram”, disse o delegado Rodrigo Morais. Os suspeitos acionaram o taxista, anunciaram o assalto e o amarraram e trancaram no porta-malas do veículo.

Com a localização do corpo, a PC descobriu que o crime foi consumado em Coronel José Dias, a 338 km de Petrolina. O motorista foi retirado do porta-malas e assassinado a pauladas pelo casal. De lá, os dois seguiram viagem para a cidade de Picos, usando ainda o carro da vítima.

O casal tentava vender peças do carro, que ainda tinha adesivos que identificavam o veículo como um táxi de Petrolina, quando foi preso. Em depoimento à polícia, segundo o delegado Rodrigo Morais, Nilton Moura confessou que este teria sido o oitavo homicídio que cometeu. “Ele mesmo disse que estava em Picos para comemorar o carnaval e a ‘morte de mais um’”, relatou o delegado. 

Via G1 Piauí

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *