Notícias

Pipeiros pedem redução de imposto em Floresta, no Sertão

As altas taxas do Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS) levaram motoristas de carros pipa a pedirem ajuda do governo municipal em Floresta, no Sertão de Pernambuco. Atualmente, o imposto corresponde a 5% do valor total do contrato dos pipeiros.

De acordo com um dos motoristas, esse número corresponde a quase R$ 700. “Esse valor é altíssimo. Não temos condições de arcar com isso. Nossos contratos no Exército Brasileiro não têm reajuste há seis anos. Além disso, os governos estadual e federal tem atrasado bastante o pagamento. Precisamos que o governo municipal entenda isso e reduza esse imposto”, ressaltou Abidias Nunes, representando os pipeiros.

Um grupo de pipeiros esteve reunido nesta semana com secretário de Administração, Wendel Gustavo. Segundo ele, “Para reduzir esse imposto é preciso que seja feito um projeto de lei. Em seguida, o documento deverá ser encaminhado para a Câmara Municipal de Vereadores. Não há como prever se essa diminuição será possível. Mas, coloco-me à disposição para ajudar no que for preciso”, explicou Wendel.

Ainda de acordo com o secretário, a possibilidade da redução do imposto deverá ser aprovada também pelo Centro de Estudos, Pesquisa e Assessoria em Administração Municipal (Cespam). Ainda durante a reunião, também foi discutida a ideia da criação de uma associação de pipeiros em Floresta e Região. A proposta é buscar soluções para o desenvolvimento do abastecimento de água na região.

Artigos relacionados

Escreva um comentário