Pela primeira vez, uma mulher apita Corinthians e Palmeiras

Edina Alves é a grande aposta na arbitragem brasileira. Já trabalhou no Mundial no Qatar. Se for bem no clássico, poderá apitar final do Paulista

Uma conquista para as mulheres. Edina Alves Batista será a árbitra de Corinthians e Palmeiras nesta quarta-feira (3), em Itaquera. Desde 1917, o principal clássico paulista foi apitado por homens.

A paranaense já havia quebrado barreiras. Apitou a decisão do quinto lugar do Mundial de Clubes, entre Al Duhail e Ulsan, no Qatar. O Al Duhail venceu por 1 a 0 e a arbitragem de Edina mereceu elogios da cúpula da Fifa.

A escalação de Edina é uma aposta pessoal do presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro de Bastos.

Ele quer chamar a atenção para a participação das mulheres no futebol e também para o Campeonato Paulista. Carneiro não consultou nem a diretoria corintiana e muito menos a palmeirense.

O derby será um teste para Edina.

Caso ela trabalhe bem, abrirá terreno para estar em outros clássicos paulistas, com chances reais de apitar a final, o que seria também histórico.

Edina trabalhou na Copa do Mundo de Futebol Feminino, de 2019.
Apitou a semifinal entre Inglaterra e Estados Unidos.

Depois de 14 anos, ela marcou a volta de uma árbitra no Campeonato Brasileiro. Em 2019, no jogo CSA e Goiás.

Ela tem 41 anos e seu sonho é trabalhar na Copa do Mundo Masculina do Qatar.

Está no caminho…

Via Portal R7 Esportes

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *