Tecnologia

Governo prevê investir R$ 27 bilhões para ampliar acesso à internet

O governo federal prevê investir R$ 27 bilhões no Programa Banda Larga Para Todos, segundo informações do diretor do Departamento de Banda Larga do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra. O diretor participou, nesta segunda-feira (31), de dois debates do 59º Painel Telebrasil. No primeiro deles, Coimbra falou sobre as perspectivas e os desafios da iniciativa para os brasileiros.

“Esse investimento todo vai ser alavancado por meio de subsídios da União para as empresas, por meio de leilões reversos – sendo que ganharão esses leilões as empresas que apresentarem a melhor proposta para o governo federal”, explicou.

VEJA TAMBÉM:
Oi planeja instalação de antena em Floresta, PE
Internet 3G da Vivo passa no teste do Blog do Elvis em Nazaré do Pico

Outro objetivo do programa, de acordo com Coimbra, é chegar a 2019 com redes de transporte de dados com fibras ópticas em 90% dos municípios –hoje esse tipo de rede está em 47% deles – além de redes de acesso em fibra em 45% dos lares. Atualmente esse tipo de rede está em 10% das residências.

No segundo debate, o assunto foi a nova lei de antenas, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em abril deste ano. A principal mudança da nova legislação foi a unificação das regras de instalação de antenas de celular em todo o País, uma reivindicação antiga das operadoras. As empresas do setor enfrentavam muitas dificuldades para instalar seus equipamentos devido à diversidade de regras estabelecidas pelas prefeituras.

Programa Nacional de Banda Larga

Criado pelo decreto nº 7.175/2010, o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) é uma iniciativa do governo federal que tem o objetivo principal de ampliar o acesso à internet em banda larga no País, principalmente nas regiões mais carentes da tecnologia.

 

Artigos relacionados

Escreva um comentário