Notícias

Garis de Serra Talhada param serviços e ameaçam protestar em frente à prefeitura

Vinte e um dias após terem paralisados os serviços em Serra Talhada, os garis entraram em greve novamente por falta de pagamento de salários. Na manhã dessa terça-feira (13) um grupo se concentrou em frente ao prédio da empresa Viacom e cobrou o pagamento do mês de setembro que era para ter sido efetuado no último dia 7. Eles também alegam que a empresa está em débito com a cesta básica e planejam um protesto em frente à prefeitura, caso o pagamento não seja liberado.

“A gente vai ficar parado até o dinheiro cair na conta. Se o dinheiro entrar daqui a dez dias, será dez dias de paralisação. Ninguém Trabalha. Há informações que o salário será pago na quinta-feira (15), mas se não cair na conta vamos fazer um protesto na porta da Prefeitura de Serra Talhada”, disparou o gari Rosivaldo Gonçalves de Souza, 27 anos, informando que o movimento conta com o apoio do sindicato da categoria.

A paralisação dos garis e coletores da Capital do Xaxado já mudou o cenário de algumas ruas da cidade. Na Avenida Afonso Magalhães, por exemplo, o lixo já se acumula e tende a aumentar caso a greve se prolongue. No mês passado, durante entrevista ao FAROL, o deputado Sebastião Oliveira revelou que a empresa vem atrasando os salários dos servidores porque não recebe da gestão petista.

“Tenho informações que a empresa que presta serviços de limpeza urbana em Serra Talhada está há 10 meses sem receber da prefeitura. Desse montante, quatro meses referem-se à gestão anterior e seis meses, repito, seis meses, fazem parte da gestão do PT”, reforçou o deputado licenciado.

O OUTRO LADO

A reportagem entrou em contato com a direção da empresa Viacom, mas não recebeu retorno das ligações telefônicas. (Farol de Notícias)

Artigos relacionados

Escreva um comentário