Floresta recebe orientações do IBGE para realização do Censo 2021

O planejamento e orientações para a realização do Censo 2021 foram repassados para a cidade de Floresta, PE, na última quarta-feira (17). Em reunião com a Coordenador de Área do IBGE, Jorge Augusto Morais Barros, foi apresentada as necessidades prévias para a realização da pesquisa e as possíveis mudanças caso a pandemia do covid-19 se agrave.

Apesar do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estar com concurso aberto para agente censitário municipal (ACM) e agente censitário supervisor (ACS), o coordenador Jorge frisou que todo o planejamento pode precisar ser refeito ou adiado de acordo com a situação sanitária do Brasil, para preservar a saúde dos colaboradores e a população.

Para a realização do censo 2021 em Floresta, será necessário um posto de coleta, um Coordenador Censitário Subárea e agentes censitários. O treinamento acontecerá de forma virtual e presencial.

A reunião de planejamento do censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) acontece em toda as cidades do país para a orientação e organização dos prefeitos e responsáveis. O encontro aconteceu virtualmente e contou com a presença da prefeita Rorró Maniçoba e a secretária de administração, Marília Basílio, além do Coordenador Censitário Subárea de Floresta, Erick Sandes.

Para o censo 2021, algumas novidades foram apresentadas, como por exemplo, o diferencial nos questionários dos indígenas e quilombolas, com perguntas a mais dos convencionais, como detalhes das tradições, idiomas e cultura. Além disso, a população poderá acompanhar a coleta de dados em tempo real através do hotsite “Respondendo IBGE” atualizado diariamente com acessos as informações do IBGE e também poderá verificar se o recenseador que está colhendo dados é real.

De acordo com o último censo, realizado em 2010, população estimada oficial pelo IBGE em Floresta – diário oficial – é de 33.184 (entre urbana e rural). Devido a pandemia, o censo 2020 não aconteceu. Esses números são de extrema importância para a o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e realização de diversas atividades municipais.

Segundo o portal Tesouro Nacional Transparente, Floresta recebeu do Fundo de Participação dos Municípios, quase meio bilhão de reais nos últimos 13 anos;

Fonte: Tesouro Nacional Transparente

Via Blog do Elvis/NE10

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *