Falta de chuvas deixa reservatórios da Bacia do Pajeú em situação crítica

O mais recente balanço da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) mostra como é grave a situação dos reservatórios da bacia hidrográfica do Rio Pajeú. Estão totalmente secas as barragens de Arrodeio (São José do Belmonte), Barra do Juá (Floresta), Chinelo (Carnaíba), Lage do Gato (Afogados), Mãe D’água (Itapetim), São José (Belém de São Francisco), Serrinha e Serraria (Brejinho).Os detalhes com Anchieta Santos:

O maior volume em metros cúbicos está na Barragem de Cachoeira II, Serra Talhada, com 5.202 metros cúbicos e 24,7% do seu volume. Em seguida de Saco I, com 3.205 metros cúbicos (8,90%) e Brotas, em Afogados, com 2.340 metros cúbicos, ou 11,9% do seu volume.Segundo os dados da Apac, Brejinho, em Triunfo, tem 27% e a Barragem do Rosário, apenas 0,3%. Se considerada a capacidade de todos esses reservatórios, o percentual de reservação na região é de apenas 5,3 %. (Da Rádio Jornal)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.