Notícias

Ex-prefeito de Cabrobó garante não ter desviado “um centavo sequer” em sua gestão e erros foram “para ser justo”

O ex-prefeito de Cabrobó-PE, Auricélio Torres, se pronunciou na manhã desta quarta-feira (31), pelo Facebook, acerca da multa de R$ 54 mil aplicada pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), referente à gestão fiscal de sua administração no período em que comandou o município do Sertão do São Francisco (2013/16).

Em tom de desabafo, Auricélio demonstra tranquilidade ao afirmar ter feito uma gestão transparente, e se errou foi em prol dos menos favorecidos de Cabrobó.

Confira abaixo a nota na íntegra:

Bom dia!

O que nos conforta é que não pegamos em um centavo do dinheiro público. O que nos conforta é que não tomamos a atitude desumana de demitir cerca de 500 pessoas, na sua maioria mães e pais de família. O que nos conforta é que não desempregamos garis, margaridas, auxiliares de serviços gerais, merendeiras, vigilantes, educadores (minicontratos).

O que nos conforta é que não paramos serviços básicos, como limpeza pública, funcionamento de creches, escolas municipais, postos de saúde, assistência social…

O que nos conforta é que temos um Deus e este, que é o juiz dos juízes, sabe que apenas fomos solidários com quem mais precisava, em detrimento de sermos penalizados aqui na terra.

Sem mais para o momento, me despeço com a tranquilidade de quem errou fazendo o justo.

Matéria relacionada: Tribunal de Contas julga irregular gestão fiscal de Cabrobó e outros quatro municípios

Via Carlos Britto

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *