Entretenimento

Banda pernambucana disputa segunda fase do SuperStar neste domingo

A música pernambucana volta a aparecer no SuperStar deste domingo, com a primeira banda a se apresentar na terceira temporada do SuperStar, a Fulô de Mandacaru, fundada há 15 anos em Caruaru. Logo de cara, o grupo de forró foi vítima de um deslize da cantora e jurada Daniela Mercury, estreante no programa, que votou “não” no lugar do “sim”. No dia seguinte, a direção do reality musical voltou atrás e anunciou que o grupo, até então eliminado, participaria da repescagem.

Na segunda apresentação, a banda se classificou na fase de repescagem com a maior pontuação do dia. Atingiu o percentual de 80%, com três votos favoráveis dos jurados. Até Sandy, que na primeira performance havia reprovado a performance, deu sinal verde. “A gente está muito feliz por representar Caruaru, Pernambuco e o Nordeste. Para nós, é alegria. Toda essa trajetória é motivo de crescimento e amadurecimento”, declara Armando, um dos vocalistas do grupo.
Com oito componentes, sete CDs e dois DVDs lançados, o objetivo do grupo é divulgar a música nordestina. Fulô de Mandacaru já tocou Proibido cochilar, de Os Três do Nordeste, Chililique, do Trio Nordestino, e Asa branca, imortalizada na voz de Luiz Gonzaga. “O nosso objetivo é mostrar que o forró não é só do Nordeste. É do Brasil inteiro. A Fulô tem um som eletrizante”, ressalta Armando.
A visibilidade alcançada no programa já se reflete na agenda, sobretudo com a proximidade do São João. “A gente vem recebendo muito carinho nas redes sociais. A banda está com uma agenda cheia. Estão surgindo grandes oportunidades”, afirma. O grupo já pensa na gravação do terceiro DVD, programado para o período após as festas juninas.

Fonte: Diário de Pernambuco

Artigos relacionados

Escreva um comentário