Tecnologia

Banda Larga já está em 100% nos municípios pernambucanos

O Plano Nacional de Banda Larga já está presente em 184 dos 185 municípios pernambucanos. A única exceção ocorre em Fernando de Noronha, que já recebe sinal da rede mundial de computadores via satélite. Os dados são do último levantamento do Ministério das Comunicações. A iniciativa do Governo Federal tem o objetivo de popularizar a internet no Brasil. Mas, essa meta parece estar longe de virar realidade.
 
Atualmente, 90% das cidades do Brasil estão conectadas. O que representa um número superior a cinco mil municípios brasileiros. O problema que é a banda larga oferecida não é tão “larga” quanto é divulgado. De acordo com os moldes do programa, os usuários teriam 1 Mbps de velocidade por R$ 35 mensais, com impostos. Mas a Oi, empresa de telefonia com maior cobertura de internet fixa no Estado, ainda disponibiliza franquias com tamanho bastante pequeno.
 
Quem mora em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, por exemplo,  só tem duas opções de planos de banda larga popular disponíveis. O “Oi Internet Móvel” custa R$ 29,90 por mês. Mas o usuário tem uma franquia de apenas 300 Mb para usar. Ao atingir o limite a velocidade é reduzida para até 64kps. Na segunda opção, é preciso adquirir junto com a internet uma linha telefônica por R$ 34,90 a mais na mensalidade. Além disso, também é cobrada uma taxa de habilitação da linha fixa no valor de R$ 99 divido em 10 vezes.
 
A qualidade é o principal motivo de reclamação sobre banda larga fixa na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O índice ultrapassou 56% no período de janeiro a setembro de 2014. Se o município está na lista das cidades atendidas pelo programa, mas o cidadão não consegue ter acesso ao serviço deve denunciar através do Portal do Consumidor.

Artigos relacionados

Escreva um comentário