Notícias

Após cartinhas de Natal das crianças, famílias recebem água de presente no Sertão de PE

Cerca de 40 famílias de uma comunidade rural localizada em Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de Pernambuco, foram contempladas no domingo (17) com um presente de Natal, no mínimo, diferente. Em vez de brinquedos, as crianças que moram na região pediram, por meio de cartinhas e vídeos “para o papai noel”, nada mais, nada menos, do que algo que é utilizado, diariamente, para boa parte das necessidades pessoais e domésticas de qualquer pessoa: água.

Como acontece na maioria das escolas nesta época do ano, as crianças escrevem cartas “para o papai noel” pedindo um presente de Natal, que pode ser uma boneca, um carrinho, uma bola de futebol. Esses são pedidos comuns feitos por qualquer criança. No entanto, a realidade da estiagem no Sertão nordestino, aliada à falta de preparação do Governo para um problema que é cíclico e natural da região, são fatores que deixam centenas de famílias brasileiras sem acesso a um bem que é natural e de necessidade básica do ser humano.

Tendo em vista essa realidade, a Organização Não-Governamental (ONG) Água para Irmãos com Sede (AIS), que atua na região desde o ano passado, doou 40 carros pipas às famílias da comunidade. “Foram aproximadamente 200 pessoas beneficiadas”, afirmou Sebastião Gomes, um dos voluntários. Para alegrar as crianças e não deixar o espírito de esperança da época natalina morrer, os voluntários também levaram um “papai noel de verdade”, que entregou doces e brinquedos para os pequenos.

A comunidade contemplada pela ONG abriga cerca de 300 famílias e não recebe carros pipas da prefeitura e, desde o ano passado, nem do Governo de Pernambuco. A região é abastecida somente pelo Exército, que não consegue suprir toda a demanda.

De acordo com a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Pernambuco (Codecipe), atualmente mais de 2,3 milhões de pessoas estão afetadas pela estiagem em Pernambuco, sendo mais de 700 mil pessoas no Sertão do estado. Dos 39 reservatários do Sertão de Pernambuco, 33 estão em colapso. O período de estiagem extrema, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), tem se arrastado por mais de cinco anos consecutivos, sendo as chuvas menos de 50% do esperado para este ano. Ainda segundo a instituição, há previsão de chuva entre os meses de janeiro e abril do ano que vem.

Voluntários da AIS em uma das ações na região. (Foto: Divulgação/Facebook)

Água para Irmãos com Sede (AIS)

A ONG atua desde dezembro de 2016 e já doou mais de 250 carros pipas, com oito litros de água cada, às comunidades de Cacimba dos Sonhos, em Petrolina, Antas, em Jaguarari (BA); Garça, em Lagoa Grande (PE), Santa Fé, em Uruás (PE); Emparidade Pau de Ferro (PE) e Poço Dantas (PE). Atualmente, o grupo conta com cerca de 120 voluntários. O grupo atua em três etapas: a primeira é emergencial e pretende levar carros pipas a comunidades que estão totalmente sem acesso à água. Já a segunda consiste na construção de poços artesanais nas comunidades. A terceira busca a promoção do desenvolvimento socioeconômico dos moradores desses locais, por meio da criação de hortas e forragens para animais.

 Via G1 Petrolina
Tags

Elvis Lima

Jornalista, blogueiro, apaixonado pelo sertão nordestino.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *