Economia

Após 18 dias, Petrobras reajusta preço da gasolina em 2%

Aumento é considerado insuficiente para cobrir defasagem de valores acumulada no período

Dezoito dias após o último reajuste na gasolina, a Petrobras anunciou nesta terça (23) aumento de 2%, em média, no preço do produto em suas refinarias. A alta, de R$ 0,0396 por litro, é considerada por importadores insuficiente para cobrir a defasagem de preços acumulada no período.

Com o reajuste desta terça, o preço da gasolina vendida pela Petrobras em suas refinarias acumula alta de 31% em 2019, na comparação com o último valor praticado em 2018. O movimento acompanha a alta das cotações internacionais durante o ano.

Ao contrário do que vinha ocorrendo, a empresa antecipou o aumento a seus clientes na noite de segunda (22), antes de alterar os valores em seu site. Nesta segunda, a estatal mudou o modelo de divulgação do preço dos combustíveis, passando a publicar os valores de cada um dos seus 35 pontos de venda.

No modelo anterior, os reajustes eram publicados no site da companhia entre o fim da manhã e o início da tarde do dia anterior. O site divulgava os preços médios por produto e não a lista de pontos de entrega.

Após a alta desta terça, a gasolina sairá das refinarias da Petrobras ao preço médio de R$ 1,975 por litro, ante os R$ 1,9354 vigentes pelos últimos 18 dias. No segundo semestre de 2018, o então presidente da estatal, Ivan Monteiro, havia estabelecido um período máximo de 15 dias sem reajustes da gasolina.

Via Folha de S. Paulo

Etiquetas

Elvis Lima

Jornalista, blogueiro, apaixonado pelo sertão nordestino.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *