Notícias

Após 118 dias internada por causa da Covid-19, médica de 82 anos recebe alta do hospital em Petrolina, PE

Foram quase quatro meses longe da família, lutando contra a doença. Na saída do hospital, a médica Myriam Moxotó foi bastante aplaudida.

Depois de mais de cem dias internada, a médica obstetra Myriam Moxotó venceu a Covid-19. Aos 82 anos, ela recebeu alta de um hospital particular de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, na tarde da quarta-feira (14). Ao todo, foram 118 dias de internação. Quase quatro meses longe da família, lutando contra a doença. Na saída do hospital, a médica foi aplaudida.

A doutora Myiriam recebeu flores e a imagem de Nossa Senhora Imaculada Conceição. Aos 82 anos, é uma sobrevivente da doença que já matou milhares de pessoas em todo o mundo.

“Na UTI, ela foi entubada, passou um bom tempo no respirador e saiu desse tubo já tem um tempinho, mas aí passou por uma série de fisioterapia para reabilitar. Perdeu massa muscular, então foi um trabalho de recuperação. É uma vencedora”, explica o médico Rodrigo Videres, coordenador técnico do hospital onde a paciente estava internada.

Mesmo ainda frágil, a médica agradeceu às orações e homenagens. “Obrigada a meus amigos, que acharam esse tempinho para me encontrar. Só quero agradecer a Deus por esse momento maravilhoso”, comemora doutora Myriam.

No hospital Imaculada Conceição, no Centro de Petrolina, que foi fundado por Myriam Moxotó, em 1987, a recepção foi ao som da sanfona. A médica ainda recebeu a benção do padre e o carinho dos funcionários, amigos e familiares.

“Que todas as famílias que cheguem essa doença, rezem. Eu digo sempre o seguinte: o joelho no chão e a oração é o telefone de Jesu”, diz a irmão de Myriam, a médica ginecologista, Lígia Moxotó.

Em Petrolina, até o momento, foram confirmados 6.129 casos da Covid-19, com 4.832 curas clínicas, 97 óbitos. O estado de Pernambuco tem 154.041 confirmações e 8.438 óbitos pela Covid-19, de acordo com o mais recente boletim divulgado.

Via G1 Petrolina

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *