Notícias

Alunos do IF Sertão-PE em Salgueiro ocupam sede contra PEC 241

Os estudantes do Instituto Federal do Sertão de Pernambuco (IF Sertão-PE), campus Salgueiro, ocuparam a sede do instituto, nesta quarta-feira (26). Os alunos dizem que não há prazo para sair do local. Os estudantes são contra a PEC 241, que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos.

A organização do movimento não informou o número de alunos que participam do manifesto.

Em nota, a direção do IF Sertão-PE campus Salgueiro, informou que durante uma reunião realizada na terça-feira (25) com estudantes, ficou acertado que alguns departamentos da unidade vão continuar funcionando. Veículos e pessoas que não fazem parte da unidade não podem entrar no local.
Na segunda-feira (24), o prédio do IF Sertão-PE em Petrolina também foi ocupado.

Os estudantes se concentraram na porta da unidade com cartazes com as principais reivindicações do movimento que são a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241 e os cortes orçamentários, a reforma do ensino médio e o projeto Escola sem Partido.

O acesso à unidade Petrolina do IF Sertão-PE está livre, mas as aulas estão suspensas até a próxima sexta-feira (28), quando deve acontecer uma nova assembleia. Alunos do Ensino Médio ao superior participam do movimento. Alguns deles vão passar a noite no instituto.

Univasf

No dia 10 de outubro cerca de 300 estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), ocuparam a reitoria da instituição, no campus Petrolina Centro, no Sertão de Pernambuco. O motivo são os cortes sofridos no orçamento de 2017 da universidade. Os alunos deixaram o local no dia 14 de outubro, mas, nesta quarta (26), discentes voltaram a ocupar a sede.

Universidade de Pernambuco

Os estudantes da Universidade de Pernambuco, Campus Petrolina, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, após uma assembleia realizada no dia 11 de outubro.

A medida foi tomada como forma de protesto contra a aprovação da PEC 241, que limita os gastos públicos no período de 20 anos. Os estudantes reclamam também da falta de estrutura da universidade.

Do G1 Caruaru
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *